Tona Elevador

Código:  ANTRIB0000125

não disponível

Tona Elevador

Código:  ANTRIB0000125

não disponível
Detalhes do produto

Estilo:  Barocchetto (1720-1770)

Tempo:  O Século XVIII - 1700

Origem:  Lombardia, Italia

Essência principal:  Nogueira

Material:  De bordo , Bronze , Madeira De Cerejeira Maciça , Nogueira

Descrição:
Celular dois corpos. Sobre a base de uma caixa de gavetas mover ligeiramente, com quatro gavetas, uma das quais é fina colocada em folha à tona; o elevador é composto de duas alas em forma na parte superior, para acompanhar o movimento da cornija em arquitetura. O mobiliário folheada, em madeira de nogueira, tem o clássico quadros ebanizzate que contêm reservas de cereja em que estão inseridos para embutimento as máscaras da commedia da arte, finamente gravadas. Nos flancos, alternando-se incrustações de instrumentos musicais para as figuras de Arlequim, Pulcinella e Brighella; nas gavetas na reserva lado tem incrustações de paisagem, a central de repetir uma figura sentada. Quatro máscaras que preencher os painéis das portas do elevador, entre os quais reconhecemos as Calças, o Capitão, Milanese e Balanzone. O espaço central do sistema de elevador é dedicado à figura feminina da Pomba, em dois reserva-se no lado, há duas cestas de flores. O interior da inclinação da porta tem um scarabattolo com 10 gavetas pequenas e secretas embutidos com padrões arquiteturais. Todos os móveis também possui floral incrustações em toda a superfície, enquanto que na cornija são embutidos com um pássaro. Interior do abeto, e puxadores em bronze.

Condição de Produto:
O móvel nunca foi alterado e está no primeiro pátina.

Dimensões (cm):
Altura: 241
Largura: 107
Profundidade: 54

Informações adicionais

Notas bibliográficas histórico:
Isto, para ser colocado no último trimestre do século XVIII. devido à presença de dois flor cestas já neo-classicismo, é de indubitável produção Lombard para forma, construção, o uso de madeira e molduras de quadros ebonized. Ele tem características que sugerem uma influência piemontês, especialmente em partes incrustada particularmente curada na gravura, marchetaria floral no gosto para preencher os lugares e a trave, mas também nas reservas em molduras pretas, em forma assemelham-se a padrões de painéis Web. O embutimento do scarabattolo apresenta fortes analogias com uma produção de mobília piemontês que o estudioso Roberto Antonetto ¹ analisa e combina em sua altura. entre esses itens é a prática de recuperação de decoração embutida de Augsburg, às vezes as peças dos armários, às vezes a única marchetaria, revestimento, para usá-lo para servir a mobília piemontês. Mesmo em nosso móvel scarabattolo parece ser feito com a recuperação de alguns embutimentos provavelmente mais antigos gabinete de Augsburg. Se, então, é um limite entre Lombardia e Piemonte ou Piemonte um marceneiro que se mudou para a Lombardia, não podemos saber. XVIII incomum mas completo é um tributo à commedia dell'arte no embutimento fora da carcaça. ¹ Antonetto Roberto, o piemontês do século 18 2010 móveis, 2 vols. Ed. Allemandi, consulte páginas 94-97 Vol II

Barocchetto (1720-1770):
Con questo termine si designa, per quanto specificatamente attiene alla mobilia, una parte della produzione eseguita in Italia nel periodo di tempo compreso tra l'epoca rococò e la prima fase del neoclassicismo. Si caratterizza per l'impianto formale e decorativo ancora rigidamente in adesione ai dettami cari al periodo barocco (da cui il termine barocchetto) e alle mode Luigi XIV e tuttavia vi si colgono i nuovi tempi nell'adozione di volumetrie più contenute, moduli decorativi più eleganti, spesso direttamente ispirati alla moda francese, ma sempre eseguiti con rigorosi principi di simmetria ornamentale. La tendenza ad assimilare novità formali e volumetriche ma non a recepirne l'elaborazione ornamentale trova naturale spiegazione in Italia nel fatto che in questo secolo la grande aristocrazia conosce un irrefrenabile declino politico e economico. Se nel secolo precedente vi fu gran profusione di arredi destinati a ornare dimore di recente costruzione, per mostrare con orgoglio la potenza della famiglia committente, nel Settecento si bada piuttosto ad aggiornare il palazzo con la sola mobilia strettamente necessaria alle nuove esigenze imposte dalla moda o da necessità funzionali. Si mantiene il vecchio apparato scenografico e il nuovo non deve troppo contrastare.

De bordo:
nulo

Madeira De Cerejeira Maciça:
nulo

Propostas alternativas

Também poderia interessar a você

Questo sito o gli strumenti terzi da questo utilizzati si avvalgono di cookie necessari al funzionamento ed utili alle finalità illustrate nella cookie policy. Ulteriori informazioni. OK